Startup Model e a importância da governança corporativa

Existem muitos riscos dentro de uma nova operação. Compliance é o sistema que soma ao conhecê-los, monitorá-los e mitigá-los. Dentro deste contexto, a governança desde o início é fundamental!

O objetivo deste trabalho é trazer ao conhecimento das startups a importância de construir, desde a ideação, conceitos claros, transparentes, objetivos e fundamentados para a melhor performance possível do negócio. Responsabilidades mal distribuídas, acordos em palavras, falta de conhecimento, sistemas não identificados, controles que fogem das mãos de sócios, são alguns dos fatores relevantes quando falamos em compliance, segurança, estrutura e, assim, manutenção do negócio a longo prazo. Ter segurança e firmeza em cada passo, trazem um sucesso potencial certo, comprovadamente possível e juridicamente protegido. Neste contexto, trabalharemos o conceito de compliance sob cinco dimensões estruturais que são elementares para Startup:

 

 

 

 

Membros do Comitê de Governança Corporativa da LEC que contribuíram para este trabalho: Emerson Siécola (Presidente), Carolina Gazoni (Vice-Presidente), Gisele Lorenzetti, Leandro Gotz e Thais Vasconcellos.

Imagem: Freepik

Nenhum comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.