Saiba o que são e como lidar com as fraudes corporativas! 

Uma das maiores preocupações dos gestores e empresários de uma organização é o combate às fraudes corporativas das empresas. Afinal, trata-se de uma prática extremamente nociva para a continuidade dos negócios, que causa déficits financeiros e traz impactos negativos para a imagem do empreendimento.

Esse assunto tem ganhado destaque nos últimos anos, especialmente em decorrência de vários escândalos de corrupção que foram noticiados pela imprensa. Diante desse cenário crítico, torna-se necessário investir em medidas de conscientização e em ações concretas para combater e prevenir a ocorrência desse tipo de problema para os negócios.

Quer saber como proteger a sua empresa? Este artigo vai abordar as principais questões envolvendo a prática de fraudes corporativas. Acompanhe a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre o tema!

Conceito de fraudes corporativas

As fraudes corporativas são ações ardilosas e de má-fé praticadas de maneira consciente e premeditada por indivíduos que fazem parte de uma organização. O principal intuito desse ato criminoso é lesar, ludibriar, enganar, dissimular ou levar vantagem de alguma forma, em detrimento do prejuízo, geralmente financeiro, de uma determinada empresa.

Nesse sentido, os agentes criminosos identificam a existência de uma brecha ou falha na segurança que se transforma em uma oportunidade para tomar decisões e cometer atos fraudulentos. Essa prática costuma vir acompanhada de estratégias para ocultar os efeitos do crime.

A ação ocorre, principalmente, nos setores mais importantes dentro de uma empresa. Muitas vezes, torna-se difícil descobrir o fato e tomar conhecimento dele, uma vez que as práticas costumam estar sempre acobertadas e escondidas. Existem elementos em comuns que estão presentes com frequência e favorecem a prática fraudulenta: motivação criminosa dos fraudadores, existência de alvos disponíveis, segurança insuficiente e desorganização operacional.

De qualquer forma, existem maneiras de identificar a provável existência de práticas fraudulentas dentro de uma empresa. Isso ocorre por meio da observação e da investigação de agentes envolvidos direta ou indiretamente no feito. O recomendado é instalar um canal de denúncias dentro da empresa. Além disso, é possível realizar testes e entrevistas comportamentais, de modo a analisar como esses indivíduos agem em momentos de pressão, por exemplo.

Motivos que favorecem a ocorrência de fraudes corporativas na empresa

Confira as razões que potencializam os riscos de surgimento de fraudes dentro de uma empresa.

Baixa fiscalização

Um dos maiores fatores que levam um colaborador a fazer parte de um esquema fraudulento é a inexistência ou a insuficiência de fiscalização. Esse fato cria a oportunidade ideal para que indivíduos, que buscam alcançar interesses próprios a qualquer custo, aproveitem a ausência ou a falha no controle de segurança para obter ganhos indevidos e imediatos.

Impunidade

Se o empresário ou funcionário acreditar que o seu ato não será descoberto, ou que ele sairá impune perante as suas atitudes, aumentam as chances de ele praticar uma fraude. De fato, a certeza da impunidade é um dos principais fatores que levam ao cometimento de crimes.

Excessivo poder de alguns agentes da empresa

Já ouviu esta frase: “a oportunidade faz o ladrão”? Não queremos isentar o agente criminoso da culpa, mas muitas vezes as circunstâncias externas e internas contribuem para a prática do delito.

De fato, diversas organizações empresariais oferecem um poder muito alto aos seus líderes, administradores ou gestores, ou também aos empregados. Diante desse cenário, a reunião de poder em excesso nas mãos de alguns indivíduos pode despertar o sentimento de cobiça e ganância, gerando oportunidades para que eles se beneficiem dessa condição a fim de levar uma vantagem indevida.

Centralização da tomada de decisões

O ideal é que a tomada de decisões seja feita de modo conjunto entre vários indivíduos que ocupam funções de alto valor dentro de uma empresa. Isso é importante para que essa tarefa não recaia somente nas mãos de uma pessoa, fato que pode gerar muitas consequências negativas.

Razões pessoais

O motivo pessoal está ligado à necessidade de recursos financeiros e a outros fatores psicológicos, como desejo de enriquecimento, egoísmo e vontade de vingança contra os empregadores.

Riscos das fraudes corporativas para a empresa

Conheça as consequências negativas que as fraudes corporativas trazem para uma organização.

Perda de credibilidade

A empresa que não cuida bem da sua segurança e não investe em medidas de prevenção e combate às fraudes acaba perdendo a confiança dos consumidores e investidores. Além disso, ela ganha uma imagem negativa perante o mercado, que deixa de considerá-la como um bom negócio.

Vazamento de informações da empresa

A maioria dos indivíduos que comete fraudes corporativas tem contato com informações privilegiadas sobre o negócio e sobre as operações da empresa, além de ter acesso a dados sigilosos que podem valer muito dinheiro no mercado. Nesse sentido, não é raro vermos o vazamento de informações importantes da empresa com o objetivo de favorecer os interesses dessas pessoas.

Prejuízos financeiros

A perda da credibilidade faz com que a empresa vá perdendo a preferência e o respeito dos consumidores. Além disso, investidores e parceiros ficam mais receosos em firmar contratos com esse empreendimento. Como consequência, a empresa vai reduzindo cada vez mais os lucros, o que pode levar até mesmo à falência.

Como lidar com tais problemas

Conheça algumas medidas que ajudam a prevenir e a combater o surgimento de fraudes corporativas:

  • coloque em prática um sistema de gestão de risco de fraude;
  • contrate advogados especializados em compliance e invista na governança corporativa;
  • desenvolva a segregação de funções;
  • opte pelo rodízio de profissionais, de cargos e de funções;
  • instale um canal de comunicação confiável para funcionários;
  • não hesite em demitir profissionais comprovadamente fraudadores;
  • crie normas de procedimentos internos e um código de conduta profissional;
  • pesquise e investigue os funcionários da empresa;
  • realize auditorias internas com frequência para verificar o andamento das operações.

As fraudes corporativas são grandes obstáculos para o pleno crescimento e a expansão de uma empresa. Nesse sentido, é fundamental prezar por uma abordagem de prevenção e eliminação dessa prática assim que surgirem indícios do ato. Além disso, não se esqueça de investir em metodologias de compliance para proteger a empresa.

Entendeu a importância de combater as fraudes corporativas? Quer saber como implementar um programa de compliance para previnir que elas ocorram? Então fale com um especialista LEC e saiba como começar agora mesmo.

Nenhum comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.