Como Iniciar a Carreira em Compliance

Trilhar uma carreira em compliance é o desejo de muitos profissionais. Esta é uma área que vem crescendo nos últimos anos, com oportunidades para pessoas que tem uma proximidade com o segmento ou também para aqueles que desejam migrar de área. Qual é o seu caso?

Dicas para iniciar a carreira em compliance

Para iniciar a jornada profissional em compliance, primeiro é recomendável ter um curso de graduação. Isso porque não existe uma formação específica para a profissão, mas cursos e certificações para quem já possui o nível de graduação completo.

Por não existir um diploma específico para atuar na área, encontramos pessoas com formações diversas neste setor — advogados, administradores, consultores, contadores, auditores, entre outros.

Independentemente se já está um pouco mais próximo ao ramo ou não, você precisará utilizar a criatividade a seu favor em diversos aspectos, pois será importante:

  • potencializar suas hard skills  — suas habilidades técnicas;
  • alinhar suas soft skills — suas habilidades comportamentais;
  • desenvolver experiência na área — como começar a atuar antes mesmo da sua primeira experiência oficial;
  • desenvolver um bom networking — relacionamentos que podem impulsionar sua carreira.

Vamos compartilhar algumas formas práticas a seguir.

1. Potencialize suas hard skills em compliance — Habilidades técnicas

Todos precisam se preparar para iniciar a carreira de compliance. Por ser uma ciência multidisciplinar, mesmo quem já trabalha com leis e regulamentações, precisa buscar profundidade em outros pontos específicos do ramo. 

Um exemplo que podemos citar são os advogados, profissionais que têm maior proximidade com o segmento por conhecerem bem a legislação, mas que precisam, assim como os demais, obter uma capacitação específica em compliance para adquirir conhecimentos e habilidades multidisciplinares. 

Portanto, optar por um estudo específico é essencial para todos os profissionais que desejam iniciar a carreira em compliance. Para isso, você pode conhecer mais sobre os cursos da LEC a fim de se preparar tecnicamente e obter uma certificação profissional. 

Lembre-se de que, com uma certificação em mãos, como a CPC-A, você será melhor avaliado em um processo seletivo e ganhará uma importante vantagem competitiva.

2. Potencialize suas soft skills em compliance — Habilidades comportamentais

Como queremos te passar um guia completo, não podemos parar nas habilidades técnicas. É preciso ter uma boa visão sobre as suas habilidades comportamentais para ser um bom profissional de compliance.

Faça duas perguntas a si mesmo neste momento:

  • Você sabe como é o dia a dia de um profissional de compliance? É importante conhecer a rotina para entender quais as características de um profissional do ramo e avaliar se você tem essas habilidades.
  • Você acredita que essa é a vida que você quer? Com base na resposta da pergunta anterior, pense em como responder a segunda. Você quer essa rotina? Acha que suas habilidades estão alinhadas ou podem ser desenvolvidas para exercer esse trabalho diariamente?

Habilidades comportamentais de um profissional de compliance

Para atuar na área de compliance, é preciso ter algumas características específicas — que inclusive já aprofundamos em um conteúdo sobre as competências para o sucesso da carreira em compliance.

É ideal que esse profissional seja uma pessoa diplomática, que saiba lidar com pessoas de perfis diferentes em aspectos de personalidade, ânimo e ritmo de trabalho, bem como saber lidar com outros colaboradores de cargos diversos. Ou seja, é importante ter boas habilidades de comunicação e saber transitar entre áreas, perfis e níveis variados.

Também precisamos valorizar o perfil de pessoas que têm facilidade em educar, ou seja, de passar conhecimento e gerar uma transformação cultural no ambiente de trabalho.

Pessoas introspectivas podem atuar na área de compliance?

Por mais que abordamos no tópico acima algumas habilidades de pessoas mais comunicativas e expressivas, quem possui um perfil introspectivo também é muito bem-vindo à área. 

Isso porque profissionais com esse perfil geralmente são mais analíticos e podem atuar com eficácia no que diz respeito à gestão, análise de dados e elaboração de matrizes de risco da empresa, por exemplo. 

A dica fundamental para fortalecer suas habilidades em compliance é: buscar um autoconhecimento ainda maior para entender que posição deseja ocupar. Assim, terá como potencializar conhecimentos técnicos e comportamentos para atuar no ramo e no cargo específico.

3. Experiências

Muitas vezes, quem deseja iniciar a carreira em compliance se depara com vagas em que “experiência na área” é um dos requisitos. Os assuntos de compliance são, muitas vezes, sensíveis e talvez por isso os setores de recursos humanos peçam experiência prévia aos profissionais, mesmo em posições mais juniores.

Mas a questão é: como conseguir experiência na área se ainda não teve a oportunidade de atuar pela primeira vez? Parece um ciclo infinito, mas vamos passar algumas formas de você superar esta etapa.

O que fazer para ter a primeira experiência na área de compliance?

Para quebrar este ciclo e iniciar a sua carreira em compliance, você pode buscar uma oportunidade de forma proativa:

  • implementar um programa de compliance na sua empresa atual, caso ela ainda não tenha um;
  • fazer um estágio na área — se você ainda está na graduação, buscar um estágio em compliance pode ser uma ótima opção.
  • prospectar pequenas e médias empresas como consultor e iniciar cobrando uma remuneração módica nos primeiros projetos;
  • tentar alcançar um projeto voluntário em uma ONG (Organização Não Governamental), o que além de experiência poderá lhe trazer satisfação pessoal e fazer o bem para a coletividade;

Especificamente para quem está fazendo uma transição de carreira, uma boa dica é analisar as possibilidades na sua empresa atual. 

Pode ser que exista esse departamento na organização e você pode buscar uma proximidade maior com as pessoas da área, não necessariamente para mudar de setor de forma imediata, mas para tentar ser um embaixador de compliance.

Depois, quando perguntarem em um processo seletivo se você tem experiência, poderá explicar que foi embaixador de compliance durante algum tempo na sua última contratação, mesmo que atuante em outra área.

O importante é que você tente superar esse desafio de experiência de forma criativa e proativa.

Bônus — Como fazer networking da forma certa

Nossa dica bônus é sobre networking, a arte de criar relacionamentos profissionais de verdade, ou seja, de maneira sincera.

Técnicas de networking em compliance

Confira aqui boas práticas de networking e evite ser invasivo, pois forçar uma proximidade pode acabar criando uma rejeição, que é justamente o efeito contrário ao que você deseja:

  • acompanhar empresas específicas da área e os profissionais que nela atuam;
  • acompanhar profissionais que são referências neste segmento;
  • participar de cursos e eventos no setor — ainda que online, assim você conhecerá mais pessoas e terá como se aproximar para encontrar oportunidades;
  • iniciar conversas que agregam valor para o seu novo contato — parabenizar, tirar dúvidas e compartilhar outras fontes de conhecimento são boas opções para iniciar uma conversa. Jamais comece por um pedido;

O que fazer para iniciar a carreira em compliance?

Agora você já sabe o que precisa fazer para iniciar sua carreira em compliance, mas podemos resumir em: seja criativo e proativo, ou seja, não deixe passar boas oportunidades. 

Um dos seus diferenciais como profissional pode justamente ser a determinação e sua força de vontade para buscar capacitação e uma chance de aplicar o que aprendeu, ao invés de só esperar e reclamar das oportunidades. Qual será a sua escolha? Conte com a LEC para dar o próximo passo.

Imagem: Freepik

Nenhum comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.