Quer crescer na carreira? Aposte nas certificações profissionais!

Em um mundo profundamente dinâmico no qual a sociedade e a economia se reinventam todos os anos, as certificações profissionais surgem como uma forma legítima de se manter atualizado e apto a lidar com as discussões, inovações e transformações que permeiam o cenário socioeconômico moderno.

A ampla digitalização de processos, a automação de serviços e indústrias, bem como a ampliação dos debates relacionados a diversos temas de enorme importância social como o racismo, a desigualdade de gênero, a corrupção e a volatilidade do mercado de trabalho, tornam os eventos de fomento e os cursos de capacitação profissional cada vez mais necessários.

Mas como as certificações podem beneficiar o posicionamento profissional e abrir portas nas carreiras de profissionais de diversas áreas, e como escolher as mais relevantes em meio a enorme variedade de treinamentos online e presenciais disponíveis no mercado?

É o que discutimos a fundo neste artigo. Siga conosco para conferir!

Como podemos definir as certificações profissionais?

As certificações profissionais nada mais são do que documentos, atestados por uma instituição ou órgão competente, imparcial, que comprovam que um profissional detém as competências necessárias para exercer uma determinada função.

Esses comprovantes não dispensam, muito menos competem, com diplomas de graduação ― seja licenciatura, seja bacharelado ou técnico ― e pós-graduação ― seja stricto senso (mestrado ou doutorado), seja lato sensu (especialização).

Muito mais do que um forte diferencial competitivo, as certificações evidenciam o interesse e a disposição do indivíduo de se manter relevante e atualizado em sua área de atuação e de contribuir para o avanço da área.

Ciente de que os governos, as organizações e o comportamento dos cidadãos não são fixos, esse profissional compreende que deve se manter em movimento revendo conceitos e adquirindo novos conhecimentos.

Por que ser muito bom em uma área não é mais o suficiente?

Ter uma especialidade é muito importante, mas não é o suficiente nos dias de hoje. Boa parte dos postos de trabalho da atualidade exigem que os profissionais apresentem uma visão interdisciplinar, e a expectativa é que essa característica se torne uma regra no futuro.

O mundo é demasiadamente complexo para que uma só pessoa detenha conhecimentos aprofundados em múltiplas disciplinas. Entretanto, é necessário que o profissional, independentemente de sua formação, detenha uma compreensão global sobre temas diversos para que seja capaz de dialogar de forma coerente com pessoas de todas as áreas.

A velha visão fortemente segmentada das carreiras na qual as profissões são organizadas em “gavetas trancadas” perde cada vez mais espaço para um entendimento heterogêneo das atuações. Nenhuma atividade é desempenhada de maneira totalmente restrita, a sociedade é um enorme complexo onde cada uma de suas partes exerce influência e é influenciada pelas demais.

Um ótimo exemplo dessa interdisciplinaridade está na chamada Indústria 4.0, o fenômeno que descreve o atual momento em que uma série de inovações está redesenhando as empresas e gerando fortes impactos econômicos. Dentre as diversas tendências anunciadas por esse movimento, temos a integração entre os mundos mecânico, digital e biológico em diversos tipos de processos.

Por que um plano de carreira deve contemplar certificações?

As certificações profissionais são uma excelente maneira de demonstrar que você reune competências certificadas por um organismo imparcial e tem uma visão moderna e, por essas e várias outras razões, elas enriquecem o seu currículo, bem como a sua perspectiva dentro da sua área, o que é mais importante.

Um profissional de TI com competências em liderança, bem como um advogado com expertise em compliance, por exemplo, detém muito mais autoridade em sua área de atuação, uma vez que não se limita às suas bases acadêmicas e está apto a exercer tarefas que se aproximam do cotidiano e dos atuais desafios enfrentados pelas organizações.

Precisamos ter em mente que as universidades desempenham um papel de enorme valor na sociedade e seu aprendizado têm muito a acrescentar aos cidadãos em diversos aspectos. Entretanto, sua estrutura e seu modelo de ensino as torna lentas em relação à velocidade com que as mudanças se sucedem no presente.

Isso significa que essas instituições de ensino devem ser entendidas como os pilares de um boa formação, enquanto os cursos livres se apresentam como instrumentos necessários para que o profissional seja capaz de se inserir no mercado de trabalho de maneira plena e alcançar resultados efetivos diante dos desafios da “vida real”.

Como encontrar uma certificação profissional ideal?

Se você chegou até aqui, é provável que já tenha tomado a decisão de fazer um curso e obter uma certificação profissional. No entanto, como escolher um bom curso diante na enorme oferta de treinamentos disponíveis, sobretudo na internet?

Confira, a seguir, algumas orientações.

O que você realmente deseja?

Antes de mais nada, é preciso ter clareza sobre o que se pretende obter de uma profissão. O que você deseja? Se desenvolver pessoalmente? Ganhar uma promoção? Conquistar um cargo específico? Mudar de carreira? Se tornar um consultor? Empreender?

Defina o seu real objetivo e parta dai para pesquisar uma bom treinamento. Se ainda tiver muitas dúvidas, você pode analisar a trajetória de profissionais de destaque da sua área, consultar especialistas ou, quem sabe, o seu próprio empregador para saber como você pode melhorar e em quais aspectos.

Qual é a proposta de valor do fornecedor do curso?

Nem sempre um curso de gestão é focado em administração, negócios e finanças. Nem sempre um curso de tecnologia envolve noções técnicas da área. E o mesmo vale para qualquer outra disciplina.

Ainda tendo em vista a multidisciplinaridade, precisamos compreender que existem diversas maneiras de interpretar um conhecimento e, por isso, é tão importante conhecer a proposta de valor do fornecedor do curso para se certificar que o conteúdo é realmente o que você procura.

Em compliance, por exemplo, você vai encontrar abordagens associadas a controles internos, governança corporativa, proteção de dados, entre outros, e é importante saber escolher.

O curso é reconhecido pela empresa ou pelo setor no qual você trabalha?

Se o seu objetivo ao obter uma certificação é se promover dentro de uma organização ou setor, é imprescindível que o curso seja valorizado pelo público da área, em especial os grandes executivos, empreendedores e influenciadores.

Existem certificados que chamam mais a atenção de recrutadores do que diplomas acadêmicos, dado a qualidade e a importância da instituição ou empresa fornecedora. Esse, também, é um ótimo motivo para investir nas capacitações.

Como você pode ver, uma certificação é uma ótima solução para crescer pessoalmente e, principalmente, em sua área de atuação. Muito mais do que um complemento, os cursos são uma forma de se manter relevante no mercado e obter as ferramentas necessárias para ser um profissional de valor para a sociedade.

A LEC é idealizadora de diversas certificações profissionais em Compliance, como CPC-A, CPC-F, CPC-PF e CPIIC. Seus exames são realizados em mais de 180 centros de testes espalhados pelo Brasil, em parceria com a FGV-Projetos, possuindo grande reconhecimento no mercado.

Certifique-se: conheça os cursos da LEC e todos os benefícios de se tornar um profissional certificado!

Nenhum comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.