Integridade e ética para além de certificações

A atmosfera de integridade fez a Ceptis se unir a outras 658 empresas signatárias do Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção no Brasil. O Pacto é uma iniciativa promovida pelo Instituto Ethos que integra um grupo de empresas que assumem o compromisso voluntário de promover um mercado mais íntegro, ético e de erradicar condutas como a corrupção. Com o Pacto, o compromisso de monitoramento das práticas empresariais é anual e tem por finalidade e dar a máxima visibilidade para contribuir com a sustentabilidade do país. 

 

As ações coletivas e as certificações, emitidas por entidades independentes, contribuem significativamente para o processo de transformação da cultura de integridade corporativa, mas sem sombra de dúvidas traz com ela também a responsabilidade na sua manutenção. Este é um dos maiores compromissos assumidos por empresas que querem fortalecer sua cultura de integridade e compliance. 

 

O sucesso dos programas de integridade está diretamente relacionado à sua aplicação prática e ao cultivo diário de um ambiente de confiança e transparência, que incentiva a cultura justa na organização. 

 

Quando uma empresa decide tirar suas certificações da parede e colocá-las na cultura da empresa, os benefícios corporativos são incalculáveis e sentidos por toda a organização, ou seja, o crescimento é orgânico. A cultura justa cria uma atmosfera de confiança mútua, estimula a formação de alianças ainda mais colaborativas em que todos se ajudam, todos ganham. 

 

As relações de confiança devem ser cultivadas. Contratos de trabalho estabelecem responsabilidade e compromisso. Comprometimento é um fator humano, que habita a intimidade da consciência das pessoas. Contudo, é um estado de espírito que precisa ser conquistado, não pode ser imposto ou adquirido. O trabalho em equipe não se resume a relações de trocas, não é apenas um ato de razão, mas também uma relação pautada pela emoção. O fator emoção, aliás, é o único capaz de gerar o real comprometimento e a verdadeira motivação de uma equipe. São relações humanas, naturalmente complexas e subjetivas. 

 

Sabemos que, mesmo com as inúmeras boas práticas presentes no mercado, não existe uma receita pronta e única para construir sistemas de integridade de sucesso. Cada mercado tem suas próprias relações comerciais, sociais e políticas. São muitas as especificidades. Conhecer muito bem o negócio, os stakeholders, sua cadeia de suprimentos e todos os seus clientes – suas dores, necessidades e desejos, são informações essenciais para o desenho de um bom programa de integridade corporativa. Para prevenir riscos de integridade e celebrar negócios cada vez mais éticos e sustentáveis, além do essencial comprometimento da Alta Direção e de todo o aparato jurídico-institucional da empresa, é preciso ir além: conquistar mentes e corações, valorizar e treinar todos os talentos da empresa e contar com o apoio de comitê multidisciplinar composto por integrantes pertencentes a áreas chave da operação da empresa, além de embaixadores como multiplicadores internos para disseminar o código de conduta e as orientações de comportamento ético esperado pela empresa. 

 

O compromisso de realizar a cada dois anos, uma semana integralmente dedicada ao fortalecimento da cultura de integridade traz uma rica oportunidade de troca de conhecimento, experiências e debates entre os acionistas, o conselho de administração, a direção e todos os profissionais da empresa.  

 

A II Compliance Week da CEPTIS - feito por pessoas para inspirar pessoas – realizada no último mês de novembro trouxe uma energia renovadora para todos e todas da empresa. A audiência recorde em todos os diálogos de integridade com a participação ativa dos funcionários, diretores, conselheiros e acionistas da empresa confirmou o quão vivo e dinâmico é o sistema de Integridade da empresa. 

 

Foi uma semana humanizada, de escuta ativa, com diálogos que contribuíram para reforçar um dos principais valores da empresa -  time íntegro e a crença num mundo melhor, e reafirmar nosso pacto pela integridade e contra a corrupção para contribuir com a transformação da cultura de integridade global no ambiente de negócios.

 

Este texto foi desenvolvido por Philippe Ryser, CEO da Ceptis e Isabela de M. Bragança Lima, Head Legal e Compliance da Ceptis.

 

Imagem: Freepik

Nenhum comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.